Produção industrial da China sobe 4,2% em agosto; vendas no varejo crescem 5,4%

A produção industrial da China em agosto subiu 4,2% em relação ao ano anterior, acima do aumento de 3,8% em julho, disse o NBS
Economistas consultados pelo The Wall Street Journal previam que a produção industrial cresceria 4% no mês passado (Getty Images/Getty Images)
Economistas consultados pelo The Wall Street Journal previam que a produção industrial cresceria 4% no mês passado (Getty Images/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 16/09/2022 às 11:57.

A atividade econômica da China mostrou sinais de melhora em agosto, superando as expectativas do mercado, à medida que as medidas do governo para apoiar o crescimento começaram a entrar em vigor, informou o Departamento Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) na noite da quinta-feira, 15, pelo horário de Brasília.

A produção industrial da China em agosto subiu 4,2% em relação ao ano anterior, acima do aumento de 3,8% em julho, disse o NBS. Economistas consultados pelo The Wall Street Journal previam que a produção industrial cresceria 4% no mês passado.

Vendas no varejo

As vendas no varejo, um indicador importante do consumo da China cresceram 5,4% em relação ao ano anterior em agosto, acima do aumento de 2,7% em julho, e também superior ao crescimento de 4% esperado pelos economistas pesquisados.

Investimento em ativos fixos

O investimento em ativos fixos da China aumentou 5,8% em janeiro-agosto, em comparação com uma expansão de 5,7% nos primeiros sete meses do ano, disse o NBS.

Economistas esperavam que o dado aumentasse 5,5% nos primeiros oito meses.

LEIA TAMBÉM:

Xi pede ordem internacional em direção mais justa; Putin celebra novos centros de poder

Incêndio de grandes proporções atinge arranha-céu na China; veja vídeo