Produção de veículos cai e crise argentina afeta exportação

O Brasil produziu menos veículos em agosto deste ano em comparação a 2013, enquanto as exportações também caíram, afetadas pela crise na Argentina

São Paulo - O Brasil produziu em agosto 265.910 veículos automotores, o que representa uma queda de 22,4% frente ao mesmo mês do ano passado, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Nos primeiros oito meses do ano, o país fabricou 2.084.594 de veículos, uma redução de 18% frente ao mesmo período do ano passado, segundo o relatório mensal sobre produção e exportações da Anfavea.

Com relação a julho, mês afetado pela paralisação da indústria durante os feriados por causa da Copa do Mundo, a produção subiu 5,3% em agosto.

Por sua vez, as exportações de veículos nacionais em agosto chegaram a 31.651 unidades, 50,6% menos na comparação com o mesmo mês de 2013 e 7,5% abaixo dos números de julho deste ano.

Até agosto, as vendas de veículos ao exterior alcançaram as 235.431 unidades, que representam uma queda do 38,1% frente ao mesmo período de 2013.

A redução das exportações em agosto e no ano foi atribuída pelo setor à crise na Argentina, país de destino de 90% da produção brasileira para o exterior.

Em valores, as exportações brasileiras, incluindo as de autopeças, faturaram em agosto US$ 1,02 bilhão, 39,5% menos que no mesmo mês de 2013, e no acumulado anual as vendas ao exterior somaram US$ 8 bilhões, 27,2% abaixo das do mesmo período do ano passado.

No entanto, a instalação recente de fábricas da chinesa Chery, a japonesa Nissan e a sul-coreana Hyundai e as próximas unidades que a britânica Jaguar Land Rover e as alemãs Audi, BMW e Mercedes-Benz abrirão encorajam o setor.

"Vamos ter um segundo semestre muito melhor. Somos um setor de investimento de longo prazo. Se não houvesse potencial, não havia tantos investimentos por aqui", afirmou em entrevista coletiva o presidente da Anfavea, Luiz Moan Yabiku Junior.

As vendas de veículos em agosto, medidas pelas inscrições, somaram 272.492 unidades, 17,2% a menos frente ao mesmo mês de 2013.

Já entre janeiro e agosto, o acumulado foi de 2,23 milhões de unidades vendidas, um número inferior em 9,7% ao do mesmo período do ano passado.

Frente a julho, as vendas em agosto cairam 7,6%.

A Anfavea manteve suas projeções para 2014, com uma contração 10% em termos de produção e de 29% em matéria de exportações e manteve seu cálculo negativo de 5,4% também para as vendas para o mercado interno.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.