Produção de petróleo e gás natural fica estável em fevereiro

Em fevereiro, a produção média de petróleo foi de 2 milhões de barris por dia (b/d), mantendo-se o patamar alcançado no mês anterior

Rio - A produção de petróleo e gás natural da Petrobras se manteve estável na passagem de janeiro para fevereiro, tendo passado de 2,47 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) para 2,48 milhões de boe/d.

Em fevereiro, a produção média de petróleo foi de 2 milhões de barris por dia (b/d), "mantendo-se o patamar alcançado no mês anterior em virtude da continuidade das paradas programadas para manutenção em plataformas", informou a empresa em comunicado.

Já a produção média de gás natural da Petrobras no País, excluído o volume liquefeito, foi de 75,4 milhões m3/dia, em fevereiro, 1,8% acima do mês anterior (74,1 milhões m3/dia).

No exterior, a estatal produziu 84 mil b/d de petróleo, queda de 8,4%, e 16 milhões m3/d de gás natural, 3,5% acima dos 15,5 milhões m3/d produzidos no mês anterior. No total, foram produzidos 178 mil boe/d de petróleo e gás no exterior.

No pré-sal, a produção de petróleo e gás natural em campos operados pela Petrobras subiu 6,1%, em comparação com o mês anterior, atingindo 1,091 milhão de boe/d, novo recorde mensal.

Apenas a produção média diária de petróleo (sem gás natural) alcançou 874 mil b/d, 6,2% mais do que em janeiro.

"No dia 15 deste mês, a companhia registrou novo recorde diário de produção, atingindo o volume de 954 mil b/d. Em janeiro, a produção foi de 822 mil b/d", afirmou a empresa.

O resultado foi motivado pela entrada em operação do navio-plataforma Cidade de Maricá, instalado na área de Lula Alto, no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, que contribuiu para estes resultados.

Essa unidade, do tipo FPSO (plataforma flutuante que produz, armazena e transfere óleo), tem capacidade de produzir até 150 mil b/d.

Neste ano, segundo a petroleira, dois grandes sistemas definitivos de produção estão programados para entrar em operação no pré-sal: o projeto Lula Central (FPSO Cidade de Saquarema) e o projeto Lapa (FPSO Cidade de Caraguatatuba).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.