Prévia da confiança da indústria mostra recuo De 3,6%

resultado mostrou piora em relação a junho, quando o indicador havia recuado 1,1%

São Paulo - A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou 3,6 por cento em julho em relação ao que foi registrado no final do mês anterior, ao passar de 103,8 pontos para 100,1 pontos, informou a Fundação Getúlio Vargas nesta segunda-feira.

O resultado mostrou piora em relação a junho, quando o indicador havia recuado 1,1 por cento, atingindo o menor nível desde julho de 2012.

Segundo os dados preliminares, o Índice da Situação Atual (ISA) recuou 4,3 por cento, para 100,3 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) caiu 2,8 por cento, para 99,9 pontos.

Por sua vez, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) ficou estável em 84,4 por cento na comparação com junho.

Segundo o IBGE, a produção industrial brasileira caiu 2 por cento em maio frente a abril, esfriando as expectativas de uma recuperação mais sólida do setor.

Isso ajudou a economia brasileira a registrar em maio a maior retração desde 2008, de acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que caiu 1,4 por cento ante abril.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.