Governo anuncia corte adicional de R$ 21 bi no Orçamento

Relatório do Ministério do Planejamento foi encaminhado no começo da noite ao Congresso Nacional

Brasília - O Ministério do Planejamento confirmou nesta terça-feira, 22, que o relatório de avaliação de receitas e despesas do Orçamento de 2016 prevê um contingenciamento adicional de R$ 21,245 bilhões em despesas discricionárias, conforme informou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

O documento foi encaminhado no começo desta noite para o Congresso Nacional.

O relatório publicado no início desta noite pelo Planejamento prevê o aumento de R$ 1 bilhão em despesas obrigatórias, mas uma frustração de R$ 24,338 bilhões em receitas, além de uma redução de R$ 4,099 bilhões em transferências para Estados e municípios este ano.

Com isso, a receita primária do Governo Central foi reduzida em R$ 20,2 bilhões.

Esse contingenciamento adicional soma-se ao corte de R$ 23,4 bilhões anunciado em fevereiro pelo governo federal e terá caráter temporário, até que o Parlamento aprove o projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), com a revisão da meta fiscal de 2016.

Esse projeto será enviado nesta quarta-feira, 23, ao Congresso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.