• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

PIB de SP terá queda de 2% em 2020, mas crescerá 5% em 2021, diz Meirelles

Secretário da Fazenda do estado lembrou que o mercado financeiro espera queda de 5% no PIB brasileiro para este ano
Henrique Meirelles: "É um desempenho substancialmente melhor não só do que o desempenho médio do país mas também se comparado com outros países" (Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)
Henrique Meirelles: "É um desempenho substancialmente melhor não só do que o desempenho médio do país mas também se comparado com outros países" (Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 16/10/2020 15:22 | Última atualização em 16/10/2020 19:23Tempo de Leitura: 1 min de leitura

O secretário da Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, afirmou que o produto interno bruto (PIB) do estado deve cair entre 2,0% e 2,5% neste ano por causa da pandemia do novo coronavírus. Segundo Meirelles, o crescimento esperado para 2021 é superior a 5%.

"É um desempenho substancialmente melhor não só do que o desempenho médio do país mas também se comparado com outros países", afirmou Meirelles durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Em comparação, o secretário lembrou as projeções do Relatório de Mercado Focus, elaborado pelo Banco Central. O documento mais recente aponta queda de 5% no PIB brasileiro em 2020 e alta de 3,5% em 2021.