Petrobras: Conselho vai se reunir na segunda para avaliar nome de novo CEO

Comitê de Elegibilidade (Celeg) da Petrobras está reunido na tarde desta sexta-feira e decisão deve sair no fim da tarde
Petrobras: Havia uma previsão de que o Conselho se reunisse ainda hoje para chancelar o nome de Andrade (Sergio Moraes/Reuters)
Petrobras: Havia uma previsão de que o Conselho se reunisse ainda hoje para chancelar o nome de Andrade (Sergio Moraes/Reuters)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 24/06/2022 às 14:54.

Última atualização em 24/06/2022 às 16:42.

O presidente do Conselho de Administração da Petrobras, Marcio Weber, disse que vai convocar uma reunião extraordinária do Conselho de Administração na segunda-feira para avaliar a nomeação de Caio Paes de Andrade para comandar a estatal.

O Comitê de Elegibilidade (Celeg) da Petrobras está reunido na tarde desta sexta-feira para avaliar o nome de Caio Andrade para comandar a estatal. A previsão, segundo Weber, é que a reunião acabe no fim da tarde de hoje.

-- A reunião da Celeg deve terminar só no fim da tarde de hoje. E os Conselheiros ainda terão que avaliar. Então, vou convocar a reunião para segunda-feira -- disse Weber.

Havia uma previsão de que o Conselho se reunisse ainda hoje para chancelar o nome de Andrade, segundo fontes. A convocação deve ser enviada aos membros do colegiado entre o fim de hoje e o fim de semana. A previsão é que a reunião seja marcada para as 11h.

Segundo essas fontes, a previsão é que o nome de Caio tenha "conformidade foi positiva.

O Celeg é parte do Comitê de Pessoas (Cope) da Petrobras, responsável por analisar informações e requisitos dos indicados pelo governo para exercer cargos na estatal.

Segundo um executivo, embora haja "alguns pontos" controversos no currículo de Andrade para atender aos requisitos necessários, segundo as regras de governança da estatal, eles "não constituem impeditivo".

O atual secretário de Desburocratização do Ministério da Economia vai assumir a empresa no lugar de José Mauro Ferreira Coelho que renunciou aos cargos de presidente e conselheiro na última segunda-feira. Até a aprovação formal, que tem um longo trâmite burocrático, a estatal segue comandada interinamente por Fernando Borges, diretor de Exploração da companhia.