A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para menor nível desde 1969

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego tiveram uma queda de 13 mil e totalizam 199 mil solicitações na semana encerrada em 19 de janeiro

Washinton - O número de norte-americanos que entraram com pedido de auxílio-desemprego caiu para uma mínima de mais de 49 anos na semana passada, mas a queda provavelmente superestima a saúde do mercado de trabalho, já que os pedidos de vários estados, incluindo a Califórnia, foram apenas estimados.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego tiveram uma queda de 13 mil, para 199 mil solicitações na semana encerrada em 19 de janeiro com ajuste sazonal, o nível mais baixo desde meados de novembro de 1969, quando foram registrados 197 mil pedidos, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Os dados da semana anterior foram revisados para baixo, mostrando uma queda de mil solicitações recebidas do que o informado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam que o número de pedidos aumentaria para 220 mil na última semana.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também