Pedidos de auxílio-desemprego caem para 275 mil nos EUA

Os pedidos estão agora abaixo da marca de 300 mil há 27 semanas consecutivas, a mais longa sequência do tipo em mais de 40 anos

Washington - Os novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caíram 6 mil na semana encerrada em 5 de setembro, para 275 mil, após ajustes sazonais, informou o Departamento do Trabalho.

O indicador é mais um sinal de saúde em geral do mercado de trabalho do país.

O número veio em linha com a previsão dos economistas ouvidos pelo Wall Street Journal. Os pedidos de seguro-desemprego na semana anterior foram revisados, de 282 mil antes informados para 281 mil.

O Departamento do Trabalho disse que não havia fatores especiais afetando os dados mais recentes.

A média móvel das últimas quatro semanas, calculada para reduzir a volatilidade do dado, aumentou em 500, para 275.750 na última semana.

Os pedidos estão agora abaixo da marca de 300 mil há 27 semanas consecutivas, a mais longa sequência do tipo em mais de 40 anos.

As solicitações em geral têm recuado desde 2009 e continuam em níveis historicamente baixos há alguns meses.

O relatório mostrou ainda que o número de pessoas que continuam a solicitar benefícios de auxílio-desemprego subiu 1 mil, para 2,26 milhões na semana encerrada em 29 de agosto. Esse número sai com uma semana de atraso. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.