Opep se reúne com países não-membros para falar sobre petróleo

Objetivo é levantar apoio para um plano de reduzir a produção da commodity

Viena - Autoridades de países membros e não-membros da Opep se reuniram neste sábado com o objetivo de levantar apoio para um plano da Opep de reduzir a produção, um dia depois de os membros do grupo não conseguirem acertar como implementar o acordo.

Na chegada para o encontro com o Comitê de Alto Nível de exportadores da Opep, apenas o representante do Azerbaijão, que não faz parte do grupo, fez comentários de apoio à necessidade de uma ação dos produtores para ajudar a sustentar os preços.

"Hoje vamos discutir as posições reconhecidas de países, primeiro de todos os países da Opep", disse a jornalistas o ministro de Energia do Azerbaijão, Natig Aliyev, em frente à sede da Opep.

"Apenas uma semana atrás nós nos reunimos com o presidente da Venezuela", acrescentou ele, em referência ao membro sul-americano da Opep, que tem pressionado por medidas de apoio aos preços.

"A Venezuela e o Azerbaijão concordam que serão tomadas algumas medidas para estabilizar o mercado. Concordamos que o preço do petróleo pode ser em torno de 60 dólares o barril."

O preço do petróleo tem sido negociado perto de 50 dólares o barril, menos da metade do preço que tinha em meados de 2014, pressionado pelo excesso de oferta persistente e apertando os rendimentos dos países exportadores.

Outras autoridades de países não-membros da Opep não mencionaram a ação conjunta.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.