Opep+ pode ofertar 2 milhões de barris de petróleo por dia até dezembro

A Opep+ está caminhando para adicionar cerca de 2 milhões de barris por dia (bpd) ao mercado de petróleo entre agosto e dezembro, disse uma fonte à Reuters
 (Pramote Polyamate/Getty Images)
(Pramote Polyamate/Getty Images)
R
Reuters

Publicado em 01/07/2021 às 09:23.

Última atualização em 01/07/2021 às 09:39.

A Opep+ está caminhando para adicionar cerca de 2 milhões de barris por dia (bpd) ao mercado de petróleo entre agosto e dezembro, disse uma fonte à Reuters, à medida que o grupo reverte seus cortes de produção em meio a uma retomada da economia global e a um rali nos preços da commodity.

O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor 

A fonte afirmou que os aumentos mensais de oferta seriam de menos de 0,5 milhão de bpd. Uma segunda fonte da Opep+ disse que a Arábia Saudita, líder da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, e a Rússia --que não faz parte da Opep-- já possuíam um acordo preliminar para flexibilização dos cortes de oferta a partir de agosto.

Os preços do petróleo ampliaram ganhos diante da divulgação da notícia, com o Brent sendo negociado acima da marca de 76 dólares por barril, próximo a máximas de dois anos e meio.

Os ministros da Opep+ se reúnem ainda nesta quinta-feira para decidir a política de produção do grupo a partir de agosto, e também podem considerar uma extensão do pacto de restrição de oferta para além de abril de 2022, fontes haviam afirmado mais cedo.

Em resposta à destruição de demanda causada pela crise da Covid-19, a Opep+ fechou acordo no ano passado para reduzir sua produção em quase 10 milhões de bpd a partir de maio de 2020, com uma flexibilização gradual dos cortes de oferta até abril de 2022. Atualmente, esses cortes somam 5,8 milhões de bpd.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importante em tempo real.