A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Opep eleva previsão do PIB do Brasil em 2021 de 3% para 3,2%

No documento, o grupo afirma que o cenário de curto prazo no País está "mais positivo", em meio ao aumento da oferta de vacinas para a covid-19 e o esperado arrefecimento da doença

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) elevou a previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2021, de 3% para 3,2%, de acordo com relatório mensal divulgado nesta quinta-feira. Para 2022, o cartel projeta expansão de 2,5%.

No documento, o grupo afirma que o cenário de curto prazo no País está "mais positivo", em meio ao aumento da oferta de vacinas para a covid-19 e o esperado arrefecimento da doença. A análise destaca que a atividade econômica voltou ao nível pré-pandemia no primeiro semestre e se mostrou "resiliente" à escalada de casos de coronavírus na primeira etapa do ano.

A Organização lembra que o governo aprovou uma nova rodada do auxílio emergencial, o que deve ajudar a sustentar a retomada. "No entanto, a política fiscal deve ser altamente contracionista no curto e médio prazo para compensar os gastos massivos de 2020", pontua.

Oferta de petróleo

No relatório mensal, a Opep reduziu levemente a previsão para a oferta brasileira da commodity este ano, de 3,81 milhões de barris por dia (bpd) a 3,80 milhões de bpd. O número representa um aumento de 80 mil em relação ao nível de 2020. Para 2022, a previsão é de que a produção suba mais, 230 mil bpd, a 3,99 milhões de bpd.

O cartel espera uma aceleração da oferta a partir do segundo semestre deste ano, em meio ao aumento dos trabalhos em Búzios, no litoral do Rio de Janeiro, e em Atapu, na Bacia de Santos. No ano que vem, o impulso virá dos campos Mero-1, em Santos, e Peregrino, na Bacia de Campos.

Qual é o futuro do dinheiro? Assine a EXAME e descubra.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também