Economia
Acompanhe:

No Reino Unido, plano de 1 bi de libras visa ajudar a reduzir consumo de energia

A ideia é que o esquema de financiamento, que ficará em vigor por três anos, até março de 2026, ajude o governo britânico a cumprir sua meta recém estipulada

O Reino Unido enfrenta uma grave crise energética, que tem ajudado a impulsionar a inflação doméstica (Chesnot/Getty Images)

O Reino Unido enfrenta uma grave crise energética, que tem ajudado a impulsionar a inflação doméstica (Chesnot/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

28 de novembro de 2022, 08h10

O governo do Reino Unido anunciou que pretende liberar 1 bilhão de libras em financiamento para projetos residenciais de isolamento a partir do ano que vem, ampliando o acesso a um tipo de auxílio antes disponível apenas para famílias mais pobres. A ideia é que o esquema de financiamento, que ficará em vigor por três anos, até março de 2026, ajude o governo britânico a cumprir sua meta recém estipulada de reduzir o consumo de energia em 15% até 2030.

"Nosso novo esquema ECO+ ajudará centenas de milhares de pessoas em todo o Reino Unido a isolar melhor suas casas para reduzir o consumo, com o benefício adicional de permitir que as famílias economizem centenas de libras a cada ano", afirmou o ministro de Finanças britânico, Jeremy Hunt, em comunicado nesta segunda-feira, 28.

O Reino Unido enfrenta uma grave crise energética, que tem ajudado a impulsionar a inflação doméstica aos maiores níveis em mais de quatro décadas, uma vez que os custo dos gás natural saltaram por toda a Europa em meio à guerra da Rússia na Ucrânia.

LEIA TAMBÉM: