Nível de juros prevê recessão, assim como inflação menor, diz economista do BoE

Com relação ao mercado de trabalho, o banqueiro central disse que "está preocupado com o aperto"
 (Chris Ratcliffe/Bloomberg)
(Chris Ratcliffe/Bloomberg)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 08/11/2022 às 16:58.

Última atualização em 08/11/2022 às 16:59.

O economista-chefe do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Huw Pill, afirmou nesta terça-feira, 8, que o nível de juros atual no Reino Unido prevê recessão, assim como desaceleração da inflação. Durante participação no Comitê de Assuntos Econômicos da Câmara de Londres, Pill destacou que a instituição vê riscos de recessão no país até 2024.

Com relação ao mercado de trabalho, o banqueiro central disse que "está preocupado com o aperto". "Com um mercado de trabalho apertado, uma segunda rodada de aceleração da inflação é mais provável", alertou. Para ele, a taxa de desemprego no país deve subir ainda mais.

Além disso, ele comentou que a "inflação está 'inaceitavelmente' alta no Reino Unido", sendo que o "relaxamento quantitativo (QE) durante a pandemia ajudou a impulsionar a inflação".

LEIA TAMBÉM:

Volta de feriado com reação ao Fed, decisão do BoE e balanço da Petrobras: o que mais move o mercado

Reino Unido: BoE confirma que início das vendas de Gilts será adiado para 1º/11