Moody’s reduz perspectiva de rating da Argentina de estável para negativa

Em meio à crise no país, agência de classificação de risco manteve a nota soberana dos vizinhos latinos em B2

A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou nesta sexta-feira, 12, a perspectiva de rating da Argentina de estável para negativa, citando um aumento das incertezas sobre a continuidade da implementação de políticas no país, que enfrentará em outubro duras eleições presidenciais.

A Moody’s manteve a nota soberana em B2.

“A maior incerteza em relação à implementação contínua de políticas que, ao abordar os desequilíbrios fundamentais da Argentina, restauram o acesso confiável aos mercados de capital internacionais e contêm o risco de maiores danos nos choques cambiais”, afirmou a agência.

“Ligado a isso, o aumento do risco de que a própria incerteza política leve a uma mudança material e sustentada na confiança que eleve as pressões de financiamento”, acrescentou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais