Ministro da Itália alerta que deflação seria um "desastre"

A inflação da zona do euro ficou em 0,7 por cento em abril, muito abaixo do teto de 2 por cento do Banco Central Europeu

Trento - A deflação seria um desastre para a zona do euro, em particular para países com alta dívida pública, disse o ministro da Economia da Itália, Pier Carlo Padoan, neste sábado.

A inflação da zona do euro ficou em 0,7 por cento em abril, muito abaixo do teto de 2 por cento do Banco Central Europeu (ECB, na sigla em inglês), e deve permanecer no mesmo nível em maio, de acordo com um levantamento da Reuters junto a analistas.

Na Itália, cifras preliminares para maio divulgadas na sexta-feira mostraram que os preços ao consumidor subiram somente 0,4 por cento no ano.

"As autoridades responsáveis pela política monetária deveriam dar uma resposta adequada a este problema para evitar que as expectativas de inflação caiam", disse Padoan em uma conferência econômica na cidade de Trento.

"Isso seria um desastre para a zona do euro, em particular para países com alta dívida pública", afirmou.

Em sua reunião de formulação de políticas na quinta-feira, o ECB deve cortar sua taxa principal de refinanciamento, que já se encontra no valor baixo recorde de 0,25 por cento, assim como reduzir suas outras taxas de juro e adotar medidas para aumentar os empréstimos para pequenas empresas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.