Ministério prevê investimento de R$ 2,34 tri na cadeia de energia até 2029

Plano aponta que R$ 1,9 trilhão serão destinados para indústria de petróleo e gás natural e para o setor de biocombustíveis

São Paulo e Brasília - O Ministério de Minas e Energia (MME) trabalha com a previsão de que a indústria brasileira de energia demandará investimentos totais de R$ 2,34 trilhões até 2029 para acompanhar o crescimento do mercado. A informação consta na versão final do Plano Decenal de Energia (PDE) 2029, divulgado nesta terça-feira, 11, em evento na sede do MME, em Brasília.

Do volume total, o PDE 2029 aponta que R$ 1,9 trilhão serão destinados para indústria de petróleo e gás natural e para o setor de biocombustíveis.

A área de exploração e produção irá demandar R$ 1,736 trilhão, o mercado de gás, R$ 33 bilhões, a área de distribuição de combustíveis (abastecimento), R$ 37 bilhões, e o segmento de biocombustíveis, R$ 71 bilhões.

Por sua vez, o setor elétrico, excluindo o segmento de distribuição, irá demandar outros R$ 456 bilhões, sendo R$ 303 bilhões em geração centralizada, R$ 50 bilhões em geração distribuída e R$ 104 bilhões em transmissão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.