Economia

Meirelles diz que Brasil pode ter rating elevado

Brasília - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira que o Brasil pode ter sua avaliação de dívida elevada, depois de ter passado bem pela crise financeira mundial. "Depois de o Brasil sair da crise mais forte do que entrou e mais forte do que muitos outros países, a tendência é de […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de abril de 2010 às 15h06.

Brasília - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira que o Brasil pode ter sua avaliação de dívida elevada, depois de ter passado bem pela crise financeira mundial.

"Depois de o Brasil sair da crise mais forte do que entrou e mais forte do que muitos outros países, a tendência é de que os ratings brasileiros sejam melhorados", disse Meirelles em apresentação na Câmara dos Deputados.

Questionado sobre se o BC poderia realizar um novo aumento do depósito compulsório para conter a inflação, ele disse que "estamos em um processo de retirada de medidas. Os compulsórios já foram restabelecidos a níveis próximos aos que estavam antes da crise".

Meirelles ressaltou que o compulsório é usado essencialmente para lidar com questões de liquidez. "Não só a liquidez do sistema, mas a liquidez das grandes instituições. É este o critério que se usa no mundo."

"A gestão da política monetária do BC é feita pelo Copom (Comitê de Política Monetária). Temos uma reunião neste mês, e aí sim endereçaremos a questão da inflação."

 

Acompanhe tudo sobre:Banco CentralCrises em empresasExecutivos brasileirosHenrique MeirellesMercado financeiroPersonalidades

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame