Meirelles aprova medidas do Banco Central na política monetária

O governo cortou gastos e isso contribuiu para a inflação e os juros caírem, afirmou o ministro

São Paulo – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta quarta-feira, 21, que o Banco Central (BC) tem tomado as medidas adequadas no que se refere à condução da política monetária e que saberá o que fazer na reunião desta data com a Selic. A fala do ministro foi em reposta a um jornalista sobre o que ele esperava para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Meirelles, que sempre evita comentar assuntos pertinente ao BC, disse que a redução da Selic até agora se deu na esteira da queda da inflação.

Ele destacou principalmente a queda do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação das famílias com renda de até oito salários mínimos. “Há um fato que ninguém presta muito atenção que é a queda do INPC para a baixa renda”, disse o ministro, após ter falado para seis mil gerentes do Banco do Brasil no Allianz Parque, a arena do Palmeiras, na zona oeste da capital paulista.

De acordo com o ministro, o INPC encontra-se no menor nível da história, o que também contribui para que a taxa básica de juro, a Selic, se mantenha no seu mais baixo patamar histórico. “O governo cortou gastos e isso contribuiu para a inflação e os juros caírem”, disse.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.