Medidas de desoneração do etanol podem sair hoje

Representantes do setor reúnem-se nesta segunda-feira com a presidente Dilma Rousseff para tratar de medidas de incentivo ao biocombustível

São Paulo - O superintendente da Associação dos Produtores de Álcool e Açúcar do Paraná (Alcopar), Adriano Dias, afirmou nesta segunda-feira, 22, que são "grandes" as chances de o governo federal finalmente desonerar o setor de etanol da alíquota de PIS/Cofins. "É uma demanda antiga, e hoje deve sair", disse.

Representantes do setor reúnem-se nesta segunda-feira com a presidente Dilma Rousseff para tratar de medidas de incentivo ao biocombustível.

O encontro será realizado no Palácio do Planalto. Segundo Dias, o presidente da Alcopar, Miguel Rubens Tranin, está em Brasília para participar da reunião com a presidente.

Em março, já havia a expectativa de que haveria desoneração. No último dia 10 de abril, foi a vez de o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, garantir que a área sucroalcooleira seria beneficiada por um conjunto de estímulos, sem dar prazos para a concretização dessas medidas.

O superintendente da Alcopar comentou, ainda, que a partir do dia 1º de maio entrará em vigor o aumento da mistura de etanol anidro na gasolina, dos atuais 20% para 25%.

"Isso vai aumentar a competitividade e, consequentemente, a produção de etanol no Brasil", avaliou. Dias ponderou, no entanto, que ambas as medidas, embora positivas, ainda são insuficientes para atenuar as dificuldades enfrentadas pelo setor nos últimos anos. "O que precisamos é de uma política energética definida neste País", concluiu.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.