• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Lançamentos de imóveis crescem quase 26% em outubro

Outro indicador que apresentou melhora foi o volume de distratos, que caiu 17,3% em outubro sobre o mesmo intervalo do ano passado
Imóveis: as vendas, contudo, encolheram 2,5 por cento ante outubro de 2015, para 7,5 mil unidades (Thinkstock/iStock)
Imóveis: as vendas, contudo, encolheram 2,5 por cento ante outubro de 2015, para 7,5 mil unidades (Thinkstock/iStock)
Por Gabriela Mello, da ReutersPublicado em 20/12/2016 15:54 | Última atualização em 20/12/2016 15:54Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - Os lançamento de imóveis no Brasil em outubro subiram 25,9 por cento ante igual período de 2015, atingindo 4,1 mil unidades, segundo levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

Outro indicador que apresentou melhora foi o volume de distratos, que caiu 17,3 por cento em outubro sobre o mesmo intervalo do ano passado, para 3,6 mil unidades.

As vendas, contudo, encolheram 2,5 por cento ante outubro de 2015, para 7,5 mil unidades, enquanto as entregas tiveram recuo de 6,6 por cento, para 8,7 mil.

Como resultado, as incorporadoras tinham 117.694 imóveis para negociação. Se mantido o ritmo de vendas de 7,5 mil unidades por mês, o estoque seria suficiente para suprir a demanda do mercado por 16,3 meses, de acordo com a Abrainc-Fipe.

Acumulado

Em 12 meses, foram lançados 68,3 mil imóveis, alta de 1,7 na comparação anual. Já os distratos recuaram 4,1 na mesma base, para 45,3 mil, e as vendas encolheram 11,6 por cento para 102,3 mil unidades.

Veja Também

Alianza busca R$ 800 milhões para construir na periferia de SP
Mercados
Há 19 horas • 4 min de leitura

Alianza busca R$ 800 milhões para construir na periferia de SP

Banco Inter leiloa imóveis que podem ser financiados em 240 parcelas
Mercado imobiliário
Há 20 horas • 2 min de leitura

Banco Inter leiloa imóveis que podem ser financiados em 240 parcelas

Empreendimento em São Paulo tem jardim suspenso. Conheça
Mercado imobiliário
Há 3 dias • 2 min de leitura

Empreendimento em São Paulo tem jardim suspenso. Conheça