Itália diz que rejeição de Orçamento pela UE não surpreende

O vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio afirmou que este é o primeiro orçamento italiano que foi escrito em Roma e não em Bruxelas

São Paulo – O vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio disse nesta terça-feira que a rejeição sem precedentes do Orçamento da Itália pela Comissão Europeia era totalmente esperada e pediu que os executivos da União Europeia tenham “respeito” pelos italianos e seu governo.

“Este é o primeiro orçamento da Itália que a UE não gosta. Não estou surpreso. Este é o primeiro orçamento italiano que foi escrito em Roma e não em Bruxelas”, disse Di Maio no Facebook.

Separadamente, um porta-voz do ministério da Economia em Roma defendeu o orçamento expansionista do governo e disse que a Itália está firme em sua posição e que o único caminho para cortar a dívida pública é estimulando o crescimento econômico.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.