• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

Indústria de máquinas cresce 14,3% em março, diz associação

Apesar da recuperação do setor, na comparação com março de 2021 a receita líquida de vendas foi 6,8% menor; agronegócio sustenta resultado positivo no mês passado
Maquinário na Agrishow 2022, feira de agro: setor cresceu 14,3% em março (Divulgação/divulgação)
Maquinário na Agrishow 2022, feira de agro: setor cresceu 14,3% em março (Divulgação/divulgação)
Por Carla AranhaPublicado em 27/04/2022 15:02 | Última atualização em 27/04/2022 15:02Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A indústria brasileira de máquinas e equipamentos registrou crescimento de 14,3% na receita líquida em março deste ano em relação ao mês de fevereiro, o que indica recuperação após queda contínua de vendas registrada a partir de setembro de 2021. As informações são da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). "Um dos maiores responsáveis por esse crescimento foi o agronegócio, em franca expansão", diz José Velloso, presidente da Abimaq.

Há uma ressalva, no entanto. Apesar da recuperação do setor, na comparação com março de 2021 a receita líquida de vendas foi 6,8% menor, tendo totalizado 25 bilhões de reais.

Segundo a Abimaq, os números indicam redução da atividade industrial. O fenômeno é observado principalmente nos setores ligados ao consumo das famílias e continuam impactando negativamente os investimentos produtivos, de acordo com a entidade. As informações foram concedidas durante a Agrishow 2022, considerada a maior feira de agronegócio do país, realizada em Ribeirão Preto (SP).

As exportações tiveram crescimento de 5,9% em valores constantes e 36,6% em dólares correntes no primeiro trimestre. Além disso, os investimentos ligados aos setores agrícolas e de construção civil estão conseguindo manter o bom desempenho de 2021, segundo análise da Abimaq.

As exportações têm mantido tendência de alta. Em março, os fabricantes de máquinas e equipamentos exportaram 1.012 milhões de dólares, 15,4% a mais do que em fevereiro e 45,3% acima do patamar de março de 2021 (696 milhões de dólares). No primeiro trimestre, o setor acumulou alta de 36,6% nos embarques para o mercado externo. Os segmentos de máquinas para petróleo e energia renovável, ao lado de equipamentos agrícolas, vêm puxando a alta das exportações.