Índice de preços dos EUA sobe 0,4% em abril ante março

O núcleo do CPI, que exclui os voláteis preços de alimentos e energia, avançou 0,2% na comparação mensal

Washington - O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA registrou em abril a maior alta mensal desde fevereiro de 2013, impulsionado pelo avanço do preço da gasolina, um sinal de que o efeito de fraqueza na inflação devido à queda dos preços do petróleo pode estar desaparecendo.

Dados do Departamento do Trabalho mostram que o CPI dos EUA subiu 0,4% em abril ante março, no cálculo com ajustes sazonais, o maior avanço desde fevereiro de 2013.

O núcleo do CPI, que exclui os voláteis preços de alimentos e energia, avançou 0,2% na comparação mensal.

Economistas consultados pelo Wall Street Journal previam aumentos mensais de 0,3% no CPI e de 0,2% no núcleo do índice.

Os preços da energia saltaram 3,4% em abril, incluindo um aumento de 8,1% nos preços da gasolina.

Os preços dos alimentos tiveram alta mais modesta, de 0,2%. Os gastos com moradia aumentaram 0,3%.

Na comparação anual, o CPI teve alta de 1,1% em abril, enquanto o núcleo avançou 2,1%.

O Federal Reserve tem como meta uma taxa anual de inflação de 2,0%, medida pelo índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE, em inglês).

Essa medida subiu 0,8% no confronto anual de março, enquanto o núcleo avançou 1,6%, de acordo com dados recentes do Departamento do Comércio.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.