Indicador de Incerteza da FGV cai 5,1 pontos em dezembro, diz prévia

Se confirmado, o índice descerá a 140,7 pontos, ainda 25,6 pontos acima do nível de fevereiro de 2020

O Indicador de Incerteza da Economia Brasileira (IIE-Br) caiu 5,1 pontos na passagem de novembro para dezembro, segundo a prévia do indicador deste mês divulgado em edição extraordinária pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Se confirmado, o índice descerá a 140,7 pontos, ainda 25,6 pontos acima do nível de fevereiro de 2020, período pré-pandemia.

"Após a alta da incerteza no mês anterior, o IIE-Br volta a recuar este mês sob a influência favorável de notícias sobre o sucesso de testes e o início da vacinação contra a covid-19 em outros países. O completo retorno à normalização da vida cotidiana e das atividades econômicas, no entanto, ainda estão distantes e a combinação de aumento no número de casos e de dúvidas crescentes quanto à velocidade possível de crescimento após fim dos estímulos fiscais, em 2021, mantêm o indicador na desconfortável casa dos 140 pontos", avaliou Anna Carolina Gouveia, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O IIE-Br é composto por dois componentes: o IIE-Br Mídia, que faz o mapeamento nos principais jornais da frequência de notícias com menção à incerteza; e o IIE-Br Expectativa, que é construído a partir das dispersões das previsões para a taxa de câmbio e para o IPCA.

Na prévia de dezembro, o componente de Mídia recuou 3,9 pontos, para 125,7 pontos, enquanto o componente Expectativa caiu 8,1 pontos, para 183,9 pontos.

Os dados para a prévia do IIE-Br foram coletados nos 30 dias terminados em 9 de dezembro. O resultado do IIE-Br fechado do mês, com dados coletados entre 26 de novembro e 25 de dezembro de 2020, será divulgado no próximo dia 30.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.