Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta quinta-feira que há um conjunto de indicadores favoráveis para a queda da taxa básica de juro (Selic). Uma nova decisão do Banco Central ocorrerá na próxima semana, no dia 2 de agosto.

A taxa atual está em 13,75% ao ano e a expectativa majoritária de redução é na base de 0,25 ponto. Até o fim do ano, o mercado projeta uma taxa de 12%.

"Tem uma coleção de fatores para a Selic baixar", afirmou Haddad, ao ser questionado se a nova classificação do Brasil na agência de classificação de risco Fitch ajuda a consolidar a queda na Selic.

Na quarta-feira, a agência subiu a nota do Brasil de "BB-" para "BB". Na prática, a decisão da Fitch colocou o Brasil a duas notas para conseguir o chamado o grau de investimento — uma espécie de "selo" de bom pagador e atesta a capacidade de um país honrar seus compromissos no longo prazo.

Inflação

Para a decisão sobre juros, o Comitê de Política Monetária (Copom) está com a lupa nas expectativas de inflação e na evolução do índice de preços. Com alívio em produtos como alimentos e combustíveis, o IPCA registrou em junho a primeira deflação em nove meses.

Houve queda de 0,08% e, nos últimos 12 meses, o IPCA acumula alta de 3,16%. Trata-se da menor taxa desde setembro de 2020. O mercado projeta aumento para esse segundo semestre, mas a expectativa é pelo índice de preços abaixo de 5%.

Um dos indicadores observados minuciosamente pelo BC antes de decidir sobre a taxa de juro é o chamado “núcleo da inflação” — uma métrica que acompanha os preços com comportamento mais estáveis, sem variações bruscas.

No Relatório de Inflação trimestral publicado em junho, o BC informou que a média dos núcleos acumulou alta de 6,72% em 12 meses até maio.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Mercosul e UE anunciam avanços nas negociações e esperam concluir acordo rapidamente

Economia

Mercosul e UE anunciam avanços nas negociações e esperam concluir acordo rapidamente

Há 6 horas

É importante que a UE tenha relações comerciais estáveis com a China, diz von der Leyen

Economia

É importante que a UE tenha relações comerciais estáveis com a China, diz von der Leyen

Há 7 horas

Mercosul e Singapura assinam acordo de livre comércio, o primeiro com país asiático

Economia

Mercosul e Singapura assinam acordo de livre comércio, o primeiro com país asiático

Há 8 horas

Importações e exportações da China nos primeiros 11 meses permanecem estáveis

Economia

Importações e exportações da China nos primeiros 11 meses permanecem estáveis

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

Desktop investe no interior e alcança 1 milhão de clientes de internet banda larga em São Paulo

Desktop investe no interior e alcança 1 milhão de clientes de internet banda larga em São Paulo

CPFL fortalece sua estratégia ESG com compromissos ambiciosos para 2030

CPFL fortalece sua estratégia ESG com compromissos ambiciosos para 2030

Uso de dados será principal desafio na gestão de pessoas em 2024

Uso de dados será principal desafio na gestão de pessoas em 2024

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais