• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Guedes é escolhido por revista como melhor ministro da Economia da região

Global Markets diz que Guedes assumiu após queda do investimento, escândalos de corrupção e impasses políticos e destaca avanço da reforma da Previdência
 (Flickr/Edu Andrade/ASCOM/Ministério da Economia)
(Flickr/Edu Andrade/ASCOM/Ministério da Economia)
Por João Pedro CaleiroPublicado em 21/10/2019 13:56 | Última atualização em 21/10/2019 14:07Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - Paulo Guedes foi escolhido o Ministro das Finanças do ano na América Latina pela revista inglesa Global Markets.

Antes conhecida como Emerging Markets, a publicação circula há três décadas nas reuniões anuais do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial.

O texto no site da publicação destaca que Guedes assumiu após anos de queda do investimento, escândalos de corrupção e impasses políticos e que apesar das expectativas altas do mercado, havia dúvida sobre se ele conseguiria aprovar reformas sob comando de um presidente polarizador.

O sucesso, no entanto, estaria provado pela reforma da Previdência, que apesar de atrasos e de desidratação ainda deve garantir uma economia na casa de R$ 800 bilhões ao longo de 10 anos e deve ser apreciada em segundo turno pelo Senado nesta terça-feira (22).

A premiação ocorreu no sábado em Washington. O ministro cancelou sua ida à capital americana para o encontro do FMI alegando “prioridades" aqui no Brasil e confirmou que elas estariam ligadas à apresentação da agenda pós-Previdência com medidas como as reformas administrativa e tributária.