Governo vê modelo do setor de energia esgotado

Segundo o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, é preciso rever o setor para gerar eficiência e atrair capital privado

São Paulo - O modelo do setor de energia do Brasil, que por anos apoiou-se nas estatais Eletrobras e Petrobras e em financiamentos subsidiados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está esgotado, e é preciso revê-lo para gerar eficiência e atrair capital privado, disse nesta quinta-feira o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa.

"Esse modelo ruiu, é uma constatação, não é uma visão ideológica. Por pragmatismo, o modelo do passado do setor de energia ruiu, precisamos enfrentar os problemas e apresentar algo novo. Temos que desenhar um modelo novo, para atrair novos investidores, buscar capital privado. Agora começa esse ciclo do governo de liderar a transição do setor de energia em direção a um mercado sustentável", disse Pedrosa, ao participar de evento de energia em São Paulo.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.