Governo de São Paulo vai abrir escritórios de negócios na Europa e nos EUA

Os dois novos escritórios vão se somar a outros existentes na China e nos Emirados Árabes. O anúncio foi feito durante o fórum SuperAgro 2021, evento online da EXAME

O governo de São Paulo vai abrir, nos próximos meses, dois escritórios para estimular negócios em várias áreas, incluindo o agro, na Europa e nos Estados Unidos. O anúncio, exclusivo, foi feito pelo governador João Doria (PSDB) nesta quinta-feira, 8, durante fórum SuperAgro 2021, evento online da EXAME que discute os assuntos mais importantes do agronegócio brasileiro.

“No mês de julho vamos inaugurar um escritório em Munique, na Alemanha, que vai apoiar todos os setores da economia paulista. E em novembro vamos inaugurar o escritório de Nova York, para atender o mercado dos Estados Unidos e do Canadá. Tudo isso é feito pela agência InvesteSP. Apenas o diretor tem remuneração paga pelo estado de São Paulo, mas todo o equipamento, viagens, funcionários são pagos para todas as empresas associadas”, disse Doria.

Essas duas novas unidades se somam a outras duas que estão na Xangai, na China, e em Dubai, nos Emirados Árabes. O governador ainda reforçou que foi o escritório chinês que auxiliou para aproximar o laboratório Sinovac e o Instituto Butantan e fechar o acordo para a produção da vacina contra a covid-19.

Doria também destacou que durante a pandemia o setor do agronegócio não ficou parado. “O agro aqui em São Paulo não parou. Nós mantivemos todas as operações mesmo com as quarentenas sucessivas de combate à pandemia. E o setor apresentou um crescimento robusto nos últimos 12 meses”, afirmou.

Internet rápida para o campo

No painel também participou o secretário de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo, Gustavo Diniz Junqueira. Ele detalhou um projeto do governo estadual para levar internet mais rápida, de 4G, para todo o campo em um prazo de 24 meses. O custo total de investimento é de 300 milhões de reais.

“Trabalhamos junto com o setor privado, com as empresas de comunicação para levar internet 4G para todo o campo. Fizemos um mapeamento com 450 estações-base para levar internet para todo o campo. Não é um projeto muito caro, é um projeto de 300 milhões de reais. E esse é um trabalho que estamos bastante avançados”, disse o secretário Gustavo Diniz.

Infraestrutura

O secretário também destacou que para fortalecer o setor do agronegócio, é necessário que o governo amplie as privatizações, sobretudo em infraestrutura.

"Não tem outro caminho além de vender todas as suas empresas estatais em portos, aeroportos, rodovias. O Brasil precisa do capital nacional e de estrangeiro. Acho que não devemos depender do governo para a infraestrutura", disse.

SuperAgro

O SuperAgro 2021 discutiu também as novas tecnologias para o campo, como a conectividade rural através do 5G, as questões políticas urgentes para destravar investimentos privados e o potencial da juventude e sua grande preocupação com o meio ambiente para o desenvolvido de práticas cada vez mais sustentáveis para o agronegócio brasileiro.

Transmitido ao vivo pelo YouTube, o painel segue disponível no canal da Exame. Ao longo desta quinta-feira (8), o SuperAgro 2021 segue discutindo o futuro do setor que superou a pandemia. Confira a agenda completa do evento e faça sua inscrição gratuitamente!

Confira como foi o painel sobre o agronegócio no estado de São Paulo

Veja os destaques do SuperAgro 2021

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.