Economia

Furacão Ian: turismo da Flórida pode perder ao menos US$ 7 bilhões com fechamento de parques

Passagem da tempestade pelo estado obrigou o fechamento de parques da Disney e Universal, fechamento dos aeroportos e cancelamentos de voos e cruzeiros

Por Agência O Globo
Publicado em 29/09/2022 10:02
Última atualização em 29/09/2022 10:02

Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Os visitantes do parque temático da Walt Disney estão acostumados a fazer filas para curtir as atrações, mas houve uma particularmente longa no Coronado Springs Resort esta semana. Os hóspedes dessa e de outras propriedades da Disney, em Orlando, Flórida, estocaram caixas de café da manhã de US$ 5 e sanduíches de US$ 7, enquanto o furacão Ian avançava em direção ao estado.

Disney, Universal Orlando Resort e SeaWorld Entertainment fecharam seus parques temáticos da Flórida esta semana enquanto o Ian se aproximava, mas a Disney e a Universal mantiveram muitos de seus hotéis abertos para que os hóspedes pudessem se abrigar da tempestade.

Os portos de ambos os lados do estado foram fechados, forçando grandes operadoras de cruzeiros, como a Carnival Corp., a cancelar partidas e redirecionar navios. As companhias aéreas cancelaram milhares de voos e o Aeroporto Internacional de Tampa fechou.

A Flórida está entre os estados mais visitados por turistas estrangeiros e domésticos. Somente Orlando recebeu 59,3 milhões de visitantes no ano passado. E a indústria do turismo do estado estava voltando a crescer após dois anos de pandemia. Mas o Ian, se dirigindo direto para o centro de Sunshine State, poderia mudar isso.

Danos físicos à infraestrutura turística da Flórida, principalmente hotéis, podem chegar a US$ 5 bilhões, estima Chuck Watson, modelador de desastres da Enki Research. A perda de receita de turistas que não podem alugar barcos, passear nos parques temáticos ou comprar bebidas na piscina pode chegar a US$ 2 bilhões.

"Muito depende da rapidez com que o Ian se deteriora à medida que se move pela área de Orlando”, disse Watson em um e-mail.

Nos níveis atuais de tempestade, os fechamentos podem durar uma semana ou mais. Se a tempestade se dissipar mais rapidamente, a interrupção pode ser de apenas alguns dias.

A indústria do turismo do estado tem muita experiência com tempestades. O furacão Irma, em setembro de 2017, forçou a Disney a fechar seus parques temáticos por dois dias e cancelar três cruzeiros. Os parques reabriram com danos mínimos, no entanto, e os primeiros convidados a retornar receberam um presente: filas menores que o normal.

Outras tempestades naquele ano, incluindo os furacões Harvey e Maria, causaram problemas para a indústria de cruzeiros. Cancelaram algumas viagens e redirecionaram outras. A Royal Caribbean Cruises e a Norwegian Cruise Line Holdings enviaram seus navios vazios ao Caribe para retirar turistas das ilhas. A Royal Caribbean registrou um prejuízo de US$ 55 milhões devido às tempestades daquele ano.

As atrações fechadas quarta e quinta-feira:

Disney

Magic Kingdom

Epcot Center

Hollywood Studios

Animal Kingdom

Typhoon Lagoon

Blizzard Beach

O mini-golfe do Winter Summerland e do Fantasia Gardens

Sessões de Star Wars: Galactic Starcruiser

Universal

Universal Studios

Island of Adventure

Volcano Bay

City Walk

Halloween Horror Nights (espetáculo noturno)

Outros parques

Sea World

Aquatica Orlando

Discovery Cove

Busch Gardens

Legoland

Legoland Water Park

Peppa Pig Theme Park

Saiba as regras de remarcação e reembolso

Disney

Parques temáticos: Ingressos para múltiplos dias que já tenham sido parcialmente usados terão sua validade automaticamente estendida até 30 de setembro de 2023.

Hotéis: Os hóspedes precisam fazer check-in nesta quinta-feira até no máximo 15h (horário local). Quem tem chegada prevista para depois disso, precisa remarcar ou cancelar, e não haverá cobrança de taxas para isso. Os hotéis não aceitarão check-in no dia 29 (quinta-feira). E, no dia 30 (sexta-feira), o check-in só será reaberto após 15h (horário local)

Outras atrações: Informações mais detalhadas estão disponíveis no site da empresa em disneyworld.disney.go.com

Universal

Parques e hotéis: A empresa informou que, quando é declarado estado de emergência na área de Orlando por furacão ou tempestade tropical, com até sete dias de antecedência da chegada do turista, ele pode cancelar ou remarcar a viagem sem a cobrança de taxas.

Via agência de viagens: A Universal orienta aos clientes que tenham comprado ingressos para parques ou reservado hospedagem em seus hotéis via agências ou operadoras de turismo a procurá-los diretamente para remarcação.

Telefone e site: Dúvidas podem ser tiradas no 800-711-0080 (número nos EUA) ou via site universalorlando.com

Outros parques

Sea World: Todos os ingressos para os parques do grupo marcados para esta quarta-feira e quinta-feira terão sua validade automaticamente estendida até o fim do ano.

Legoland: O grupo disse ao jornal “USA Today” que todos os ingressos marcados para o período entre esta quarta-feira e o próximo domingo terão sua validade automaticamente estendida até o fim do ano. Remarcações poderão ser feitas sem cobrança de taxas. Mais informações podem ser obtidas no site legoland.com/hurricane, via email (LLF.Experience@LEGOLAND.com) ou no telefone 888-690-5346 (número dos Estados Unidos).

Veja também:

Furacão Ian atinge Cuba com ventos de até 205 km por hora

Furacão causa cancelamento de voos do Brasil para Orlando


Veja Também