Fundos de Dubai mostram grande apetite por investimentos em SP, diz Doria

Segundo o governador, fundos Abu Dhabi Investment Authority (Adia) e Mubadala estariam interessados no programa de desestatização do estado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), comemorou hoje, no Palácio dos Bandeirantes, “os bons resultados” da missão que fez a Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e a inauguração, na última quarta-feira, 12, do escritório de negócios na cidade, segundo do Estado pelo mundo, após Xangai.

De acordo com o governador, os fundos soberanos Abu Dhabi Investment Authority (Adia) e Mubadala – que administram US$ 5 trilhões – “mostraram, com muita clareza, grande apetite pelo programa de desestatização do governo de São Paulo”.

Segundo Doria, “há uma expectativa de que R$ 30 bilhões possam ser investidos por esses dois fundos com o apoio do programa de desestatização do governo do Estado de São Paulo ao longo dos próximos três anos”.

Entre os setores que poderão receber os investimentos, Doria elencou as “rodovias, ferrovias, malha metroviária, hidrovias, aeroportos regionais e também a área de saneamento, como a Sabesp, além de parques”.

O governador afirmou também que a próxima missão de negócios será nos Estados Unidos. Doria ressaltou, contudo, que esta será mais reduzida que a recente a Dubai.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.