França e Espanha não atingem meta de déficit de 2012

França fechou o ano com déficit de orçamento de 4,8% (meta de 4,5%) enquanto a Espanha fechou com 7,1% (meta de 6,3%)

Bruxelas - A França e a Espanha não atingiram suas metas de déficit orçamentário no ano passado, mostraram dados da União Europeia (UE) nesta segunda-feira, embora o panorama fiscal geral para a zona do euro tenha melhorado.

O déficit de orçamento de 2012 da França foi de 4,8 por cento da atividade econômica, informou a agência de estatísticas Eurostat na leitura final das contas públicas de todos os 27 países. A meta era de 4,5 por cento.

O déficit de orçamento da Espanha foi de 7,1 por cento, excluindo a recapitalização de bancos --acima da leitura de fim de ano oficial do governo de 6,98 por cento, e bem superior à meta original de Madri de 6,3 por cento.

Entretanto, no geral, os 17 países da zona do euro mostraram-se muito melhores no fim de 2012. O déficit fiscal combinado foi de 3,7 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), em comparação com 4,2 por cento em 2011 e 6,5 por cento em 2010.

Cortes rigorosos de gastos públicos têm sido a estratégia da zona do euro para recuperar a credibilidade com os investidores após um boom de crédito de uma década.

O desemprego recorde e os protestos pela Europa, no entanto, estão forçando uma reconsideração, com o foco mudando para estratégias de crescimento. Espera-se que a Espanha e a França consigam mais tempo para atingir as metas estipuladas pela União Europeia.

Os líderes da UE estão desesperados por crescimento econômico, à medida que a zona do euro enfrenta seu segundo ano consecutivo de recessão, e algumas autoridades dizem que eles vão recuar dos cortes de gastos apontados por aprofundar a retração econômica da Europa.

Entretanto, ainda não está clara a proporção da mudança de política que as autoridades da UE estão planejando.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.