• AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
  • AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
Abra sua conta no BTG

Força de trabalho britânica perde cidadãos da UE em meio à crise

Recente queda ocorre em meio à maior incerteza entre cidadãos da UE desde que o Reino Unido deixou o bloco neste ano
 (Getty Images/Matthew Horwood)
(Getty Images/Matthew Horwood)
Por Lucy Meakin, BloombergPublicado em 12/08/2020 14:49 | Última atualização em 12/08/2020 14:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O número de cidadãos da União Europeia que trabalham no Reino Unido caiu para o menor nível desde 2015 devido à crise do setor de hospitalidade.

O total de cidadãos da UE empregados caiu 284 mil no segundo trimestre, quando a pandemia de Covid-19 provocou a maior recessão no Reino Unido desde a crise financeira global, segundo dados do Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês) divulgados na terça-feira.

Desistência: o número de cidadãos da UE que trabalham no Reino Unido caiu para o menor desde 2015. *Emprego de cidadãos da UE (Bloomber/Divulgação)

Embora a recente queda tenha sido causada pelo coronavírus, ocorre em meio à maior incerteza entre cidadãos da UE desde que o Reino Unido deixou o bloco neste ano.

O período de transição que mantém a livre circulação de pessoas expira no fim de dezembro. Com o lento avanço das negociações sobre o acordo comercial, a economia britânica pode estar a caminho de outro choque.

Cidadãos da UE respondem por uma proporção maior da mão de obra no setor de serviços de alimentação e alojamento do Reino Unido do que qualquer outro segmento. O setor foi um dos mais afetados devido ao fechamento de empresas e restrições de viagens.

O segmento de hospitalidade registrou a maior queda de empregos, com quase 137 mil postos perdidos no período de três meses, disse o ONS.

Os empregos em hospedagem e alimentação foram os mais afetados pela crise

Os empregos em hospedagem e alimentação foram os mais afetados pela crise (Bloomberg/Divulgação)

Veja Também

EUA tem mais de 100 mil casos de covid por dia
Mundo
Há 16 horas • 2 min de leitura

EUA tem mais de 100 mil casos de covid por dia

Reino Unido tem maior inflação em 40 anos
Economia
Há 20 horas • 2 min de leitura

Reino Unido tem maior inflação em 40 anos