FMI faz 4ª revisão de acordo com a Argentina e vai liberar US$5,4 bilhões

O diretor-gerente interino do Fundo Monetário Internacional, David Lipton, afirmou que as políticas econômicas da Argentina estão dando resultados

O diretor-gerente interino do Fundo Monetário Internacional (FMI), David Lipton, afirmou em comunicado nesta sexta-feira que a equipe da entidade e autoridades da Argentina chegaram a um acordo sobre a quarta revisão do pacote de ajuda ao país. Após a aprovação do conselho do FMI, a nação sul-americana terá acesso à parcela de cerca de US$ 5,4 bilhões, no âmbito da iniciativa.

“Eu elogio as autoridades argentinas por seus esforços continuados e pela firme implementação de seu programa de política econômica. As autoridades concluíram todas as metas fiscais, monetária e de gastos sociais sob o programa apoiado pelo FMI no contexto desta revisão”, afirma Lipton. “As políticas econômicas da Argentina estão dando resultados”, diz ele.

Lipton aponta para a estabilização nos mercados financeiros locais em maio e junho. “A inflação – embora em níveis ainda altos – deve continuar a desacelerar nos próximos meses”, comentou. “E as posições fiscal e externa continuam a melhorar. Há ainda sinais de que a economia está melhorando no segundo trimestre.”

O diretor-gerente interino informa que o conselho do FMI deve revisar o caso argentino em 12 de julho.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.