FMI: coronavírus coloca em risco a recuperação da economia mundial

O vírus provocou 2.345 mortes na China, perturbou os transportes, o comércio e gerou preocupação dos investidores

A epidemia de coronavírus pode colocar em risco a frágil recuperação da economia mundial, afirmou Kristalina Georgieva, diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), aos ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais do G20 que se reúnem na capital saudita.

"A projetada recuperação é frágil", disse Georgieva. "O vírus COVID-19 afeta a atividade econômica na China e pode colocar em risco a recuperação", completou.

"Expliquei ao G20 que, mesmo se o vírus for contido rapidamente, o crescimento da China e do resto do mundo será impactado".

O vírus provocou 2.345 mortes na China, perturbou os transportes, o comércio e gerou preocupação dos investidores, pois as empresas se viram obrigadas a interromper atividades.

Georgieva declarou que a epidemia reduzirá o crescimento mundial em 0,1% e limitará o crescimento da China a 5,6% este ano.

"O G20 é um fórum importante para ajudar a dar à economia mundial uma base mais sólida", insistiu a diretora do FMI, que pediu a cooperação dos países membros para conter a propagação do vírus.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também