Fluxo de veículos em estradas sobe 0,2% em novembro

Informação é segundo o Índice ABCR da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias, a ABCR

São Paulo - O fluxo de veículos que Circularam pelas estradas pedagiadas do país em novembro cresceu 0,2% ante outubro, segundo o Índice ABCR da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), calculado em parceria com a Tendências Consultoria Integrada. O dado já conta com os descontos dos efeitos sazonais. Em outubro, comparativamente a setembro, também com ajustes sazonais, o fluxo de veículos havia mostrado crescimento de 0,6% sobre setembro.

Esta é a segunda alta consecutiva do Índice ABCR após uma sequencia de duas quedas seguidas. O fluxo de veículos nas estradas pedagiadas é um dos principais indicadores antecedentes de atividade econômica e renda do país.

O movimento dos veículos leves fechou novembro mostrando expansão de 0,2% na comparação com outubro, livres dos efeitos sazonais, e o de pesados avançou 0,7%. Em outubro em relação a setembro, pela ordem, o fluxo dos leves havia crescido 1,1% e dos pesados recuado 0,8%.

Na comparação de novembro com igual mês de 2010, o Índice ABCR registrou crescimento de 4,1% no fluxo total de veículos pelas estradas pedagiadas, a mesma taxa registrada em variação registrada em outubro deste ano na comparação com o mesmo mês em 2010. A circulação dos leves cresceu 3,6% e o dos pesados 5,4% em relação a igual mês do ano passado.

12 meses

Nos últimos 12 meses, o fluxo total de veículos acumula alta de 7,1%, de acordo com os dados da ABCR e Tendências Consultoria Integrada. No mesmo período de 12 meses encerrado em outubro, a ABCR havia registrado uma expansão de 7,5%.

Os veículos leves acumularam um crescimento de 7,1% nos 12 meses encerrados em novembro e os pesados, expansão de 7,2% no período de 12 meses encerrado no mês passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.