Economia
Acompanhe:

Fluxo cambial total até o dia 20 de janeiro é negativo em US$ 909 mi, mostra Banco Central

O número reflete aportes no valor de US$ 29,780 bilhões e retiradas no total de US$ 30,689 bilhões

Em 2022, o saldo foi positivo em US$ 9,574 bilhões (Ricardo Moraes/Reuters)

Em 2022, o saldo foi positivo em US$ 9,574 bilhões (Ricardo Moraes/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

25 de janeiro de 2023, 15h10

Depois de encerrar dezembro com saídas líquidas de US$ 12,482 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 909 milhões em janeiro, até o dia 20, informou nesta quarta-feira, 25, o Banco Central. Em 2022, o saldo foi positivo em US$ 9,574 bilhões.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 909 milhões no período. Isso é o resultado de aportes no valor de US$ 29,780 bilhões e retiradas no total de US$ 30,689 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de janeiro, até o dia 20, foi negativo em US$ 83 milhões, com importações de US$ 12,619 bilhões e exportações de US$ 12,536 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,388 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,276 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 8,872 bilhões em outras entradas.

Qual foi o último resultado semanal

O Brasil registrou fluxo cambial positivo de US$ 666 milhões na semana passada, de 16 a 20 de janeiro, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou entradas líquidas de US$ 724 milhões no período. Isso é o resultado de aportes no valor de US$ 10,101 bilhões e retiradas no total de US$ 9,377 bilhões.

No comércio exterior, o saldo da semana passada foi negativo em US$ 57 milhões, com importações de US$ 3,767 bilhões e exportações de US$ 3,710 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 553 milhões em ACC, US$ 655 milhões em Pagamento Antecipado e US$ 2,502 bilhões em outras entradas.