Fluxo cambial fica negativo na segunda semana do mês

Conforme dados divulgados hoje pelo Banco Central, o segmento comercial ficou negativo em US$ 731 milhões

Brasília - O fluxo cambial, que é o saldo da entrada e saída de dólares do pais, ficou negativo na segunda semana de novembro. A saída ds moeda norte-americana superou a entrada, o que resultou em saldo negativo de US$ 1,767 bilhão.

Conforme dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC), o segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) ficou negativo em US$ 731 milhões.

Do lado do segmento financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) o resultado também foi deficitário, em US$ 1,035 bilhão, ou seja com saída de recursos maior do que entrada no país.

O fluxo cambial abriu o mês de novembro com saldo positivo de US$ 285 milhões. Em outubro, o fluxo também ficou positivo, em US$ 6,927 bilhões, maior resultado mensal desde maio do ano passado. De janeiro a 14 de novembro, o fluxo cambial está positivo em US$ 6,788 bilhões.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também