A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PIB da zona do euro cresceu 0,3%, afirma Eurostat

Comissão Europeia afirmou os números são um sinal de que a economia europeia chegou a um ponto de mudança mas é cedo para dizer que a crise terminou

Bruxelas - O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,3% no segundo trimestre do ano após ter registrado uma queda de 0,2% entre janeiro e março, o que pôs fim a um ano e meio de recessão, segundo dados revisados publicados nesta quarta-feira pela agência de estatísticas Eurostat.

O indicador é igual ao da primeira leitura. A Comissão Europeia afirmou os números são um sinal de que a economia europeia chegou a um ponto de mudança mas é cedo para dizer que a crise terminou.

A Comissão fez uma chamada para que países como Espanha e França, que receberam mais tempo para corrigir seus déficits excessivos, empreguem 'de maneira efetiva' e intensifiquem suas reformas estruturais para conseguir crescimento e criação de emprego.

A economia no conjunto de 27 membros do bloco (os dados não incluem a Croácia, que entrou na União Europeia (UE) em 1º de julho, expandiu-se 0,4% entre abril e junho, um décimo a mais do que o calculado na primeira estimativa do Eurostat, após a queda de 0,1% do primeiro trimestre.

A evolução foi impulsionada pelo avanço da Alemanha (0,7%) e França (0,5%), mas outros países, como Espanha (-0,1%), Itália e Holanda (ambas -0,2%) seguiram em recessão.

Em termos anualizados, o PIB da zona do euro caiu 0,5% no segundo trimestre, dois décimos a menos do que o apontado na primeira estimativa do Eurostat.

A economia da UE em seu conjunto se manteve estável entre abril e junho em comparação com o ano anterior, ao invés de se contrair 0,2% como apontavam os dados provisórios.

O Eurostat manteve sem alterações a maior parte dos indicadores e apenas corrigiu os dados sobre aumento do PIB do Reino Unido (0,7%, um décimo acima do anterior), República Tcheca (0,6% ao invés de 0,7%), Lituânia (0,7%, um décimo a mais) e Romênia (0,5% contra 0,3%).

Além disso, a agência de estatísticas revelou dados novos: a Dinamarca teve expansão do PIB de 0,5% e a Eslovênia uma queda de 0,3%. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também