EUA registra crescimento frágil no período janeiro-fevereiro

"A atividade econômica se expandiu em termos gerais a um ritmo entre modesto a moderado", disse o relatório, conhecido como Livro Bege do Fed

A economia norte-americana continua avançando a um ritmo lento nas últimas semanas, segundo um relatório publicado nesta quarta-feira pelo Federal Reserve (banco central dos EUA, Fed), que destacou a preocupação de seus membros com os cortes dos gastos.

"A atividade econômica se expandiu em termos gerais a um ritmo entre modesto a moderado", disse o relatório, conhecido como Livro Bege do Fed, que reúne informações sobre suas 12 sedes regionais.

Em seu relatório anterior, o Fed tinha utilizado os mesmos termos para definir o estado da economia.

Este relatório está em sintonia com as últimas declarações do presidente do Fed, Ben Bernanke, que prestou no Congresso nos dias 26 e 27 de fevereiro.

Bernanke disse então que, apesar da recente recuperação registrada após o fraco desempenho da economia do país no quarto trimestre, as perspectivas continuam sendo pouco estimulantes e que os Estados Unidos poderiam sofrer uma desaceleração em 2013, devido às medidas de austeridade que entraram em vigor na sexta-feira.

Segundo os dados oficiais, o crescimento da economia foi de 0,1% no quarto trimestre.

Segundo especialistas, a atividade deve registrar um crescimento de entre 1,8 e 2,4% nos três primeiros meses do ano, o que em teoria não seria suficiente para reduzir a taxa de desemprego, que continua em um nível de 7,9%, segundo dados de janeiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.