Acompanhe:

EUA: imposto sobre ganhos de capital atingirá 0,3% dos contribuintes

Biden deve nesta semana propor quase dobrar os tributos sobre ganhos de capital, a 39,6%, para pessoas que ganham mais de 1 milhão de dólares

Modo escuro

Continua após a publicidade
EUA: a elevação de tributos, a ser anunciada em breve, irá tratar esses ganhos de investimento como remunerações para os indivíduos com rendimentos elevados (Kevin Lamarque/Reuters)

EUA: a elevação de tributos, a ser anunciada em breve, irá tratar esses ganhos de investimento como remunerações para os indivíduos com rendimentos elevados (Kevin Lamarque/Reuters)

R
Reuters

Publicado em 26 de abril de 2021 às, 17h10.

A proposta do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de aumento de impostos sobre ganhos de capital afetará apenas 0,3% dos contribuintes dos EUA, afirmou um assessor econômico de alto escalão nesta segunda-feira.

  • Quer saber tudo sobre a política internacional? Assine a EXAME e fique por dentro.

Biden deve nesta semana propor quase dobrar os tributos sobre ganhos de capital, a 39,6%, para pessoas que ganham mais de 1 milhão de dólares, informou a Reuters, no que seria a maior elevação de impostos sobre ganhos de investimento desde os anos 1920.

A elevação de tributos, a ser anunciada em breve, irá tratar esses ganhos de investimento como remunerações para os indivíduos com rendimentos elevados e aplica-se apenas a cerca de 500 mil famílias, de acordo com Brian Deese, que dirige o Conselho Econômico Nacional, o qual assessora o presidente norte-americano sobre suas políticas econômicas.

"Precisamos fazer algo para equalizar a tributação do trabalho e da riqueza neste país", disse Deese a repórteres. "E é por isso que as reformas que o presidente vai apresentar se concentram nessa faixa de pessoas de alta renda."

Ele afirmou não haver evidências acerca de um impacto significativo dessas taxas de tributos sobre ganhos de capital em investimentos no longo prazo.

Ainda assim, gestores de fortunas já começaram a aconselhar clientes sobre estratégias para evitar serem alvos desses novos tributos, cuja proposta ainda precisará ser aprovada por um Congresso dividido.

A expectativa é de que o processo político e a oposição generalizada de grupos empresariais impliquem um tributo menor do que o proposto pela Casa Branca.

Atualmente, indivíduos que ganham mais de 200 mil dólares pagam um imposto sobre ganhos de capital de cerca de 23,8%, incluindo o tributo de investimento líquido de 3,8%, que ajuda a financiar o Affordable Care Act, conhecido como Obamacare.

De acordo com o novo plano, os norte-americanos ricos poderão enfrentar uma taxa de imposto federal geral sobre ganhos de capital de 43,4%, incluindo o imposto Obamacare.

Para alguns norte-americanos que vivem nos Estados de Nova York e da Califórnia, a taxa de imposto sobre ganhos de capital total pode exceder 50%, à medida que as alíquotas estaduais são incluídas, de acordo com a Tax Foundation.

Últimas Notícias

Ver mais
Documento do FMI para o G20 diz que inflação global retorna à meta mais rápido que o esperado
Economia

Documento do FMI para o G20 diz que inflação global retorna à meta mais rápido que o esperado

Há 3 horas

Governo vai anunciar R$ 2 bilhões em investimentos no aeroporto de Congonhas, diz Costa Filho
Economia

Governo vai anunciar R$ 2 bilhões em investimentos no aeroporto de Congonhas, diz Costa Filho

Há 3 horas

China protesta após UE punir empresas chinesas em sanções contra a Rússia
Economia

China protesta após UE punir empresas chinesas em sanções contra a Rússia

Há 4 horas

Haddad é diagnosticado com covid-19 e presidirá reuniões do G20 de forma virtual
Economia

Haddad é diagnosticado com covid-19 e presidirá reuniões do G20 de forma virtual

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais