Economia
Acompanhe:

EUA criam 263 mil empregos em novembro; taxa de desemprego fica em 3,7%

O salário médio por hora também teve crescimento de 0,55% em novembro, na comparação com outubro, e de 5,09% na comparação anual

Empregos: Número gerado em novembro foi maior do que o esperado (Courtney Pedroza/Bloomberg via/Getty Images)

Empregos: Número gerado em novembro foi maior do que o esperado (Courtney Pedroza/Bloomberg via/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 2 de dezembro de 2022, 12h35.

A economia dos Estados Unidos gerou 263 mil empregos em novembro informou nesta sexta-feira, 2, o Departamento do Trabalho. O resultado veio acima da mediana das expectativas dos analistas consultados pelo Projeções Broadcast, de 200 mil. Já a taxa de desemprego veio em linha com o esperado, mantendo-se em 3,7%.

O salário médio por hora teve crescimento de 0,55% em novembro, na comparação com outubro, e de 5,09% na comparação anual. Os dois números superaram as previsões dos analistas, de altas de 0 3% e 4,6%, respectivamente.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

A taxa de participação da força de trabalho recuou, de 62,2% em outubro a 62,1% em novembro.

O Departamento do Trabalho ainda revisou a criação de empregos em meses anteriores. Em setembro, o número foi revisado de 315 mil a 269 mil vagas geradas, enquanto em outubro ele mudou de 261 mil a 284 mil.

O órgão nota em seu comunicado que, com isso, a criação líquida de empregos nos dois meses anteriores foi 23 mil menor do que o antes reportado.

LEIA TAMBÉM: