Economia

EUA cancela reuniões antes de novas negociações comerciais com a China

Jornal afirma que para Washington não foram alcançados avanços suficientes para destravar conflito comercial

EUA-China: Mercado espera por negociações entre potências (Kevin Lim/The Straits Times/Reuters)

EUA-China: Mercado espera por negociações entre potências (Kevin Lim/The Straits Times/Reuters)

A

AFP

Publicado em 22 de janeiro de 2019 às 19h12.

Os Estados Unidos se recusaram a receber, em Washington, emissários de Pequim para se preparar para a chegada de Liu He, chefe dos negociadores comerciais da China, no fim do mês, informaram o jornal Financial Times e a emissora CNBC.

Ambos disseram que Washington considera que não foram alcançados avanços suficientes nas tratativas para destravar o conflito comercial entre as maiores potências do mundo.

Para os Estados Unidos, faltou progredir em temas sensíveis, como as transferências de tecnologia obrigatórias impostas às empresas estrangeiras pela China.

Washington acredita que os avanços não foram suficientes para chegar às reformas necessárias para normalizar a relação comercial - que para o presidente Donald Trump é excessivamente desequilibrada a favor da China -, disse Financial Times.

Questionados sobre essas reportagens, o Departamento do Tesouro e o Representante Comercial americano não responderam.

Acompanhe tudo sobre:ChinaEstados Unidos (EUA)

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame