Etanol sobe em 14 Estados e no DF, mostra ANP; média nacional aumenta 1,32%

O preço médio do etanol subiu 1,32% na semana em relação à anterior, de R$ 3,79 para R$ 3,84 o litro
Etanol: São Paulo é o maior produtor e consumidor do combustível (Tom Merton/Getty Images)
Etanol: São Paulo é o maior produtor e consumidor do combustível (Tom Merton/Getty Images)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 22/11/2022 às 15:33.

Última atualização em 22/11/2022 às 15:43.

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 14 Estados e no Distrito Federal e caíram em 11 outros na semana passada, encerrada no sábado, 19, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. No Amapá não houve apuração.

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol subiu 1,32% na semana em relação à anterior, de R$ 3,79 para R$ 3,84 o litro.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média subiu 23,12% na semana, ficando em R$ 4,58 ante R$ 3,72 o litro nos sete dias anteriores.

O Paraná registrou a maior queda porcentual de preços na semana, de 17,59%, de R$ 4,15 para R$ 3,42.

Já Amazonas foi o Estado com o maior avanço de preços na semana, de 38,56%, de R$ 3,76 para R$ 5,21 o litro.

O preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 3,14 o litro, em Pernambuco, e o menor preço médio estadual, de R$ 3,42, foi registrado na Paraíba.

O preço máximo, de R$ 6,97 o litro, foi verificado em postos do Rio Grande do Sul. E o maior preço médio estadual, de R$ 5,21, foi observado no Amapá.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 10,98%. O Estado com maior alta porcentual no período foi Mato Grosso, com 46,18% de aumento no período. A maior baixa porcentual ocorreu no Rio Grande do Norte (-14,83%).

LEIA TAMBÉM: