Entrada de dólares supera saída em US$ 17,870 bilhões no ano

O resultado revela um forte aumento em relação à soma acumulada até março, de apenas US$ 3,957 bilhões

Brasília - A entrada de dólares no País é superior à saída neste ano até abril em US$ 17,870 bilhões, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 06, pelo Banco Central.

O resultado revela um forte aumento em relação à soma acumulada até março, de apenas US$ 3,957 bilhões. Nos primeiros quatro meses de 2014, o fluxo cambial estava positivo em US$ 4,841 bilhões.

No primeiro quadrimestre de 2015, houve entradas líquidas de US$ 14,477 bilhões da área financeira, que reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Neste segmento foram registrados ingressos de US$ 200,006 bilhões e envios de US$ 185,529 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 3,394 bilhões de janeiro a abril, com importações de US$ 56,699 bilhões e exportações de US$ 60,093 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 12,432 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 12,950 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 34,711 bilhões em outras operações.

Abril

Considerando apenas o resultado de abril, o fluxo cambial também foi positivo em US$ 13,107 bilhões, um avanço importante sobre o dado também positivo de março, de US$ 2,003 bilhões. Em igual mês de 2014, o saldo estava no azul em US$ 2,783 bilhões.

Além da volta do bom humor dos investidores estrangeiros, o ciclo de alta de juros promovido pelo Comitê de Política Monetária (Copom) ajuda a conta de operações financeiras.

A entrada de dólares por esse canal foi de US$ 9,995 bilhões em abril, resultado de ingressos no valor de US$ 49,828 bilhões e de envios no total de US$ 39,833 bilhões.

Ao longo de todo o ano passado, a área financeira foi a principal porta de saída de recursos do País, somando US$ 13,424 bilhões.

Já no comércio exterior, o saldo em abril ficou positivo em US$ 3,112 bilhões, com importações de US$ 14,601 bilhões e exportações de US$ 17,713 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 4,083 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 4,496 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 9,134 bilhões em outras entradas.

Semana

A semana de 27 de abril a 1º de maio (feriado) registrou ingressos de recursos acima dos envios, no valor de US$ 7,611 bilhões, com destaque para o dia 28 de abril, que teve uma entrada líquida de US$ 5,720 bilhões.

O segmento financeiro teve chegadas líquidas de US$ 5,114 bilhões nesta semana. O resultado é a diferença entre entradas de US$ 14,322 bilhões e de envios de US$ 9,207 bilhões.

No mesmo período, no comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 2,497 bilhões, com importações de US$ 2,719 bilhões e exportações de US$ 5,215 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 1,624 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,107 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,484 bilhões em outras operações.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também