Empresa com nome sujo? Governo de SP tem R$ 100 mi em crédito a juro zero

Os empréstimos variam de 100 a 5.000 reais e são feitos por intermédio do Banco do Povo, a juro zero
Dinheiro: empréstimo pode ser pago em até 24 meses. (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
Dinheiro: empréstimo pode ser pago em até 24 meses. (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
Por Gilson Garrett JrPublicado em 10/05/2022 15:59 | Última atualização em 10/05/2022 15:59Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Se você é empresário do estado de São Paulo e está endividado, o governo paulista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem à disposição 100 milhões de reais em crédito para quem ficou negativado durante a pandemia de covid-19.

Os empréstimos variam de 100 a 5.000 reais e são feitos por intermédio do Banco do Povo, a juro zero. O pagamento dos valores pode ser dividido em 24 meses, com a primeira parcela vencendo em até 180 dias a partir da liberação do empréstimo. O empresário precisa buscar uma agência do Banco do Povo da cidade onde o CNPJ está registrado.

Podem pedir o crédito empresas que se enquadram nas categorias MEI (Microeemprendedor Individual), ME (Micro Empresa), Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou LTDA (sociedade limitada), e que se endividaram durante a pandemia e não conseguiram quitar os pagamentos.

Outros requisitos também precisam ser preenchidos como, ser residente do estado de São Paulo, ter dívida contraída a partir de março de 2020 (início da pandemia de covid-19), ter realizado curso de qualificação empreendedora, apresentar um plano de recuperação, e ter documentos que comprovem que o empresário está em situação negativada junto a órgão de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

"Acompanhando os impactos da pandemia em nossa economia, entendemos que muitos empreendedores estavam com o nome sujo, por não conseguirem pagar pequenas dívidas, essenciais para os seus negócios. O Programa Nome Limpo foi criado para atender essa demanda e garantir que os empreendedores de São Paulo possam voltar a abrir seus negócios e continuem a crescer", destaca Marina Bragante, secretária executiva da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Em 2021, o Banco do Povo emprestou 315,7 milhões de reais em mais de 19 mil operações de crédito. Para este ano, a meta é impactar pelo menos 30 mil empreendedores paulistas, com um montante de 378 milhões de reais.

LEIA TAMBÉM