Eleições sempre trazem fator perturbador, diz Mantega

O ministro destacou que a tendência é que o impacto do pleito de outubro sobre a demanda agregada será minimizado

São Paulo – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que as “eleições sempre trazem algum fator perturbador em relação à economia.” Contudo, ele destacou que o Brasil conseguiu avanços institucionais e de gestão da política econômica que dão segurança para avaliar que dentro da normalidade, o país passará pelo processo eleitoral em outubro, sem quaisquer efeitos diretos mais sensíveis sobre o nível de atividade. 

“Evoluímos muito. A economia do Brasil tem fundamentos sólidos”, destacou Mantega. “Quando havia eleições no país no passado, havia crise cambial”, disse.

Ele destacou que a tendência é que o impacto do pleito de outubro sobre a demanda agregada será minimizado.

“O essencial é que a solidez da economia permanece”, destacou. “Há forte confiança nos títulos públicos brasileiros, inclusive por investidores estrangeiros”, disse.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.