Doria anuncia redução do ICMS para bares e restaurantes de São Paulo

O estado vai deixar de arrecadar 100 milhões de reais por ano. Segundo o secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, essas empresas sofreram todos os impactos da pandemia

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira, 15, uma redução no ICMS do setor de bares e restaurantes no estado. De acordo com o governador, a alíquota, que atualmente é de 3,69%, cai para 3,2%.

Com a redução, o estado vai deixar de arrecadar 100 milhões de reais por ano. Segundo o secretário da Fazenda e do Planejamento, Henrique Meirelles, essas empresas sofreram todos os impactos da pandemia.

  • Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso

“A redução vai beneficiar cerca de 250 mil empresas e isso só foi possível após muitas conversas com o setor. Isso significa uma redução de 13% em custo. O benefício é necessário para este setor que mais emprega no estado”, explicou Meirelles em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Na mesma ocasião, Doria anunciou também um programa de investimento de 47,5 bilhões de reais em obras que serão realizadas até o fim de 2022. De acordo com o governador, são 8 mil obras que vão gerar 200 mil empregos diretos.

Entre as principais obras estão a Linha 6-Laranja do Metrô, extensão da Linha 2-Verde do Metrô para conexão da Vila Prudente à Penha, extensão da Linha 9-Esmeralda da CPTM até Varginha, o programa de despoluição do Rio Pinheiros, e a conclusão das barragens Duas Pontes e Pedreira, além de novas barragens em Salto e Piracicaba.

De acordo com o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, o valor do programa, chamado PRÓ São Paulo, é o maior já aplicado em obras públicas na história do estado.

“Nós estamos concluindo o orçamento do ano de 2022 e vamos encaminhar, em setembro à Assembleia Legislativa, com 25 bilhões de investimentos que se somam a outros 22,5 bilhões deste ano que fecham este total”, explicou Garcia em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também