Dilma critica na ONU política expansionista de BCs

Para a presidente, é urgente a construção de um pacto pela retomada coordenada do crescimento econômico global

A presidente Dilma Rousseff criticou nesta terça-feira a política expansionista adotada por bancos centrais de países desenvolvidos afirmando que ela afeta as economias emergentes como o Brasil.

Em discurso na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Dilma disse que a política monetária não deve ser a única resposta para enfrentar o aumento do desemprego.

Para Dilma, é urgente a construção de um pacto pela retomada coordenada do crescimento econômico global.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.