Desemprego na zona do euro cai para menor nível em 3 anos

A taxa havia sido de 11,1 por cento nos três meses anteriores e economistas não esperavam mudanças em julho

Bruxelas - O desemprego na zona do euro caiu inesperadamente para o menor nível em mais de três anos em julho, com uma forte queda no número da Itália. A Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia, informou nesta terça-feira que o desemprego na zona do euro caiu para 10,9 por cento em julho, a primeira vez que fica abaixo de 11 por cento desde fevereiro de 2012.

A taxa havia sido de 11,1 por cento nos três meses anteriores e economistas não esperavam mudanças em julho, segundo pesquisa da Reuters.

Para a União Europeia, formada por 28 países, a taxa de desemprego atingiu 9,5 por cento, o menor nível desde junho de 2011.

O número total de pessoas desempregadas na zona do euro caiu em 213 mil ante junho e em 232 mil na União Europeia como um todo. O declínio no número de desempregados foi mais forte na Itália, com uma queda de 143 mil pessoas, após aumento de 45 mil em junho. Na Espanha, a queda foi de 57 mil.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.